Não está no guia

Lugares que não estão no guia: Estação Afonso Camargo (Guarapuava)

Das antigas estações de passageiros de trens que existiam em todo o Paraná, muito pouco sobreviveu ao tempo e à privatização das linhas férreas. Infelizmente, pelo que se vê atualmente, pouquíssima atenção foi dada à manutenção do patrimônio histórico que essas estações representavam.

Uma dessas estações era a Afonso Camargo, próximo ao Parque Recreativo do Jordão, em Guarapuava. Da estação antiga, quase tudo se foi, a não ser o piso. Com o passar do tempo, os moradores locais foram gradativamente removendo paredes, portas, janelas, etc. até que, enfim, restou apenas a fundação. Recentemente (2010), por ocasião da passagem do Great Brazil Express, algumas estações foram sinalizadas novamente com uma estrutura simples e placas indicativas com seus antigos nomes.  Atualmente, até mesmo essas estruturas estão deterioradas, já que a ideia do passeio turístico de trem pelo interior do estado não teve sequência.

Anúncios

Sobre Ricardo Rech

Adora viajar, fotografar e escrever. Viajando descobriu que, no seu caso, o que realmente importa na vida são as histórias pra se viver e pra contar. E ainda acha estranho falar de si mesmo em terceira pessoa.

4 comentários em “Lugares que não estão no guia: Estação Afonso Camargo (Guarapuava)

  1. tina santos
    julho 9, 2013

    um belo lugar para tirar fotos em 😉 muito bonito mesmo …

    • Ricardo Rech
      julho 9, 2013

      É um lugar muito bonito, sim! É uma pena que a estação não tenha sido conservada. Muito poucas ainda existem e, mesmo assim, em condições de abandono, infelizmente.

  2. Ernesto
    julho 9, 2013

    A vila dos ferroviários, no Jordão, também é muito interessante, e igualmente descuidada hoje. Da última vez que tentei chegar lá, a ponte havia ruído e é claro que não havia a menor perspectiva de conserto pela prefeitura.

    • Ricardo Rech
      julho 9, 2013

      Acredito que seja a mesma que fica bem próximo à Afonso Camargo. Também sem conservação e depredada.

      Outra estação, que fica próximo à Madeirit (perto daqui de casa) já está ocupada irregularmente e completamente sem conservação, também. Eu conheci essa estação há uns oito ou nove anos e, apesar de não passar por manutenção, mantinha as características originais. Estive lá no ano passado e vi que ela foi ocupada irregularmente. Dois problemas graves se evidenciam: um social e o outro cultural.

      Infelizmente não tenho fotos daquela época e da última vez que estive lá, acabei não tirando fotos pois estava ocupada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: